Apoiado pela Finep, barco voador promete revolucionar transporte na Floresta Amazônica

Volitan é o nome do veículo capaz de voar sobre os rios e chegar ao destino em um terço do tempo das lanchas mais velozes no mercado. Parece coisa de ficção científica, mas é de verdade

Esse é o produto da startup Aeroriver (incubada no ITA), criada em 2021, que chega com o objetivo de revolucionar o transporte de cargas e pessoas na Amazônia, aliando sustentabilidade e inovação.

O projeto foi classificado no edital Subvenção Econômica à Inovação – 03/2022 Bioeconomia e Transformação Digital da Amazônia.

O barco voador de 18 metros de comprimento poderá percorrer uma distância de até 450 quilômetros sem reabastecer, operando a uma altura de 5 a 10 metros da água e velocidade de 150 km/h. Além disso, o veículo emite menos CO2 do que embarcações e aeronaves tradicionais.

“Nosso objetivo maior é resolver problemas logísticos na Região Amazônica”, diz o engenheiro aeronáutico e um dos sócios da startup Lucas Guimarães.

Leia também: Bancos aumentarão horário de atendimento em mutirão do Desenrola

O empresário destaca que o Volitan será o primeiro veículo de efeito solo adaptado para o território amazônico e terá capacidade para transportar 10 passageiros ou uma tonelada de carga.

Atualmente, passa por ensaios de voo com um protótipo em escala 1:6. O objetivo é entender a dinâmica do veículo e se será necessário realizar alguma mudança em sua geometria para otimizar a performance de voo.

“Em paralelo, estamos em fase avançada do protótipo em escala real, que estará pronto para testes e certificação no fim de 2024. Pretendemos iniciar a comercialização em 2025”, finaliza Lucas. (Finep)