Em Caxias, mais uma vez será Zito contra todos

Com as campanhas chegando Às ruas, e conforme já anunciado, o foco político da Assembleia Legislativa se volta também para as principais cidades do estado e esta coluna seguirá o mesmo rumo. Após um primeiro panorama sobre o pleito na capital, voltamos ás atenções para o terceiro colégio eleitoral do estado, Duque de Caxias, onde as eleições prometem ser as mais disputadas e as campanhas as mais acirradas da história.

Dois deputados estaduais são candidatos e ambos se “anunciam” como “boa surpresa” deste pleito. Samuquinha (PR) é o único candidato que não faz parte da base governista de Sérgio Cabral e é uma aposta de Garotinho para surpreender na cidade. O principal adversário político do governador promete mergulhar de cabeça neste projeto, mesmo tendo que se dedicar ás campanhas de sua filha Clarissa, no Rio de Janeiro e de sua esposa Rosinha, em Campos. Já Dica (PSD) é o outro deputado estadual na disputa e tem como principal cabo eleitoral a maior expressividade de votação dos últimos anos na política estadual, Wagner Montes (PSD). O apoio do também deputado e apresentador anima Dica, mas o principal ânimo vem do crescimento constante nas pesquisas apresentadas até aqui.

Alexandre Cardoso (PSB) foi o primeiro a colocar o “bloco na rua” e parece apostar em uma maciça campanha para tornar sua imagem mais popular e menos técnica. Mesmo sendo Secretário Estadual, deixou de lado a imagem do cabo eleitoral Sérgio Cabral e preferiu atrair parte do PT para explorar a popularidade de Dilma e Lula. Formalizou, ainda, acordos que podem ser decisivos para o bem ou para o mal com o PDT do atual presidente da Câmara de Vereadores, Mazinho, que indicou para vice Laury Villar.

Surpresas à parte, o embate decisivo pode ficar mesmo entre Washington Reis (PMDB), que já teve divulgada por seus correligionários nas mídias sociais uma pesquisa sem referências que o aponta com 36% da preferência do eleitorado e o atual prefeito Zito (PP), que segundo a “pesquisa de Washington Reis” apresenta preferência de 18% do eleitorado.

Nas ruas, apesar dos problemas apresentados durante seu governo, Zito começa a mostrar sua força e já contagiou sua equipe, que está acostumada a vestir a camisa e reverter situações adversas. Mais de três mil pessoas participaram da caminhada de lançamento da campanha e em alto e bom som o prefeito denunciou nos autofalantes e no material de campanha distribuído pelas ruas da Vila São Luís e Itatiaia, o rombo de R$ 1 bilhão deixado por seu antecessor (justamente o atual adversário Washington Reis) quando assumiu a prefeitura, em 2005.

Dia do Servidor