Deputada Flordelis é ouvida pelo corregedor da Câmara

  • Publicado em Matérias

Flordelis alegou que não  pode ser julgada e condenada antes que todo o processo seja concluído

Deputada Flordelis é ouvida pelo corregedor da Câmara CâmaraA deputada Flordelis (PSD-RJ) foi ouvida na terça-feira (22/9) pelo corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB-PA).

A parlamentar  é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ).

Segundo Bengston, a oitiva durou cerca de duas horas e foram feitas dez perguntas à Flordelis. “Com esses elementos, vamos o mais rápido possível, emitir o parecer, aguardando ainda algumas provas que ela quer anexar ao processo de defesa”,  disse.

Leia também: Governo pede investigação e suspensão de filme da Netflix

Deputada Flordelis é ouvida pelo corregedor da Câmara ReproducaoCabe à Corregedoria da Câmara dos Deputados fazer a análise prévia da acusação. Se a Mesa julgá-la procedente, remeterá o caso para o Conselho de Ética para abertura de processo contra a deputada (veja infográfico abaixo). Segundo Bengston, o colegiado será instalado de forma remota para a análise do caso.

Flordelis afirmou que existe erro na conclusão das investigações e alegou que não  pode ser julgada e condenada antes que todo o processo seja concluído.

Outubro Rosa
MEDCOR Exames Cardiológicos